Nesse Sábado (27 de março) vai acontecer o primeiro confrontos das quartas de final do CBLOL entre Pain e Loud.

Análise geral

Quando iniciou o CBLOL ninguém pensava que as duas equipes seriam tão inconstantes considerando os elencos. A Pain é a atual semi finalista, enquanto a LOUD contava com um elenco onde 3 eram jogadores foram campeões em 2020 e um dos jogadores já era bicampeão. Foi um torneio difícil para ambas, mas na reta final a Pain conseguiu embalar com 9 vitorias em 11 jogos, enquanto a Loud se reencontrou com as mudanças no elenco e vem com muita força para os playoffs. As duas equipes vem de campanhas de superação e evolução, assim não tendo um favorito.

Top

Robo: Ele é sem duvidas um dos jogadores mais inconstantes da historia do CBLOL, existem jogos que o Robo consegue carregar, enquanto existem jogos que ele morre muito e acaba atrapalhando a vitória da Pain. Mas existe um fato aqui, o Robo é o melhor top Weak Side do torneio.

Tay: Um dos grandes destaques da Loud, também foi destaque na campanha vitoriosa da INTZ em 2020 sendo o topo atual campeão do torneio. Tay é constante e sempre chama a atenção nas partidas que disputa.

Jungle

Cariok: O jogador mais inexperiente da equipe, Cariok vem jogando bem a fase fase grupos desde o ano de 2020. Porém foi clara sua dificuldade em jogar os playoffs do split passado. Ainda é cedo pra saber como ele vai ser comportar nessa série, mas sem duvidas é um jogador para se ficar de olho.

Mewkyo: O mais novo membro da LOUD, Mewkyo teve uma campanha parecida no último split, chegando para tentar consertar problemas dentro do time que faz parte. Porém, nesse split em particular ele conseguiu fazer historia. Em uma equipe recheada de talentos, foi Mewkyo que colocou um norte na equipe garantindo os playoffs.

Mid

Tinowns: Dispensa apresentações, Tinowns é hoje o pilar da Pain. Ele foi o jogador mais constante da equipe até na pior fase, sendo essencial para os tradicionais chegarem até aqui. Sem duvidas a equipe da LOUD tem que ficar de olho no Tin se quiser vencer o confronto

Dynquedo: MC Dynquedo não teve grandes destaques desde que saiu da equipe vitoriosa da KABUM, mas ele realmente está evoluindo junto com a LOUD não ficando atrás dos jogadores destaques.

Adc

BRTT: Um dos grandes destaques da Pain, assim como um dos mais criticados e um dos que mais evoluiu durante o torneio. BRTT vem para tentar chegar em mais uma final, junto com uma Pain evoluída.

Duds: O nome da LOUD nas últimas semanas, não teve um jogo em que ele não foi o diferencial da equipe. Duds talvez esteja em sua melhor fase na carreira, melhor até mesmo que em sua campanha vitoriosa em 2020.

Supp

Luci: Talvez o jogador que mais evoluiu nos tradicionais. No início era inegável que o Luci estava abaixo do nível da equipe, mas hoje ele está conseguindo desempenhar seu papel de forma convincente.

Ceos: Durante muito tempo o Ceos vem sendo considerado um dos melhores supps do CBLOL, mas até 2020 não havia conseguido algo realmente expressivo em sua carreira. Ceos é um dos grandes destaques da LOUD, tendo uma das melhores bot lanes do torneio.

Conclusões gerais

Não vai ser um confronto fácil para nenhuma das equipes, todos os jogadores estão vindo em uma boa fase. Penso que o melhor bot vai acabar se sobressaindo, uma vez que as duas equipes dependem muito dessa rota em suas vitórias.
O duelo no topo também vai ser crucial, Tay e Robo são jogadores incríveis, mas o jogador da Pain ainda mostra partidas ruins e inconstantes, como ele vai estar no dia vai fazer muita diferença no jogo dos tradicionais.
No final ainda penso que a Pain está um passo a frente de seus adversários, uma vez que a evolução deles nos últimos meses é inegável e sem duvidas algo surpreendente, por outro lado a Loud se mostrou inconstante como equipe até as últimas semanas da fase de grupos.

Palpite no placar: Loud 1 x 3 Pain

Siga nossas redes sociais

Comentar via Facebook