O segundo dia da quinta semana do CBLOL foi marcado por partidas emocionantes nos confrontos VRX x FLA e RED x KBM

Jogo 1: CRZ x ITZ

INTZ faz jogo muito dominante e voltam a acender chama da esperança

Imagem – reprodução Riot Games

A  INTZ veio bastante inconstante nessa semana, ontem eles não jogaram bem, já hoje fizeram um jogo dominante não dando chances para os adversários.
O Cruzeiro por outro lado parece que dormiu no ponto, os celestes pareciam que iriam embalar no torneio mas agora voltam a acumular derrotas, muitas vezes em jogos apáticos sem muita reação.
Com esse resultado a INTZ cola na classificação, enquanto o Cruzeiro vai precisar correr muito se quiser recuperar os pontos perdidos.

Entrevista Maestro: Como está hoje o acompanhamento psicológico da INTZ? O home office atrapalha nisso?

R: “Estamos em home office, possivelmente devemos voltar a treinar pessoalmente em breve, pois essa é uma das coisas que podem nos ajudar a atingir um nível de entrosamento maior. O acompanhamento psicológico vem sendo feito sim, possuímos uma equipe de acompanhamento nutricional e esportivo que vem sendo feito de fora e temos nossos profissionais internos, o fisio que não conseguiu trabalhar ainda por conta da distancia, temos nosso psicólogo que já é da equipe tem muito tempo e trabalhou em outras modalidades da INTZ que é o Carlos, ele já vem com a equipe já tem bastante tempo, mas ele começou o acompanhamento a umas duas semanas com o time de LOL”

Jogo 2: VRX x FLA


Em jogo muito disputado, Flamengo vence e se mantém invicto

Imagem – reprodução Riot Games

QUE JOGO BOM! As duas equipes protagonizaram um show para o torneio. Tanto Flamengo quanto a Vorax estavam sempre tentando criar, lutar e procuravam a proatividade do jogo. No final, o Flamengo mostrou o motivo de ser o único time invicto do CBLOL até o momento, já a Vorax mostra que possui muitos pontos positivos, que se melhorados, podem realmente se tornarem o melhor time do torneio.

Entrevista Ranger: Estão aparecendo times como a Vorax e a Kabum que estão evoluindo muito rápido, talvez mais rápido do que vocês estão evoluindo, isso preocupa a equipe?

R: “É basicamente impossível manter o gap tão grande igual estava sendo o nosso em relação as outras equipes pois os outros times vão nos estudar muito. A preparação deles e dos outros times obviamente vai ser para nos vencer, e nós não podemos dividir a atenção para nove times que estão no CBLOL, então tudo que podemos fazer é focar em melhorar o nosso jogo, mas sempre vamos dar janela para os outros times explorarem, pois sempre vão nos estudar e não conseguimos estudar eles. Não é algo muito preocupante por que ja estamos pensando nisso desde o início do campeonato e sabemos que a qualquer momento podemos perder para um time da parte de cima da tabela. Eu considero a Vorax um time top 4 ou top 3, eles são um time perigoso e depende muito de draft e como estamos no dia para ter um jogo limpo e que estompamos igual foi no primeiro jogo, onde eles tiveram um draft fraco.”

Jogo 3: RED x KBM

Em um jogo marcado pela virada, RED vence em backdoor e salva a partida

CBLOL
Imagem – reprodução Riot Games

Que jogo emocionante! Durante a maior parte do início, realmente parecia que os ninjas iriam ter uma partida tranquila e controlada, encaminhando a segunda derrota seguida da RED.
O time de Titan conseguiu voltar a partida, com boas atuações do mesmo, abriram o todos os inibidores, nexus, garantiram Barão e Dragão ancião. Porém a Kabum não desistiu! Conseguiram boas lutas, recuperaram os objetivos e levaram o jogo além dos 54 minutos. Porém após um backdoor da RED, não importou se os ninjas estavam retornando a partida, a vitória foi para a os lobos.

Entrevista Avenger: Ontem vocês perderam e hoje tiveram um jogo muito difícil, você poderia falar um pouco dos motivos disso ter ocorrido?

R: “Acho que nas últimas duas semanas a nossa evolução está muito lerda, temos muita coisa para melhorar, temos ciência disso, mas a evolução foi bem devagar, talvez não estivemos tão dedicados nos treinos, e não estivemos tão focados assim para essa semana e é algo que ja falamos ontem, ja discutimos e independente de vencermos ou não, os jogos dessa semana não importariam muito pois o que nos importamos é apenas melhorar e quando não melhoramos esse é o problema.”

Jogo 4: FUR x RNS

Em um jogo apático comparado aos outros do dia, Furia vence após 8 derrotas

CBLOL
Imagem – reprodução Riot Games

O jogo entre os times que estão na parte de baixo da tabela foi até que disputado até os 10 minutos, mas após isso a Furia simplesmente dominou e finalizou o jogo com um backdoor do Jayce. Nessa partida parecia que a Rensga veio para assistir, a impressão que passou era que com o passar do tempo eles apenas não conseguiam mais focar no jogo.
Com esse resultado as duas equipes empatam em pontuação, ambas em último lugar.

Entrevista Anny: Hoje vocês venceram a segunda partida no torneio, e as duas foram contra a rensga, você pensa que o time está evoluindo ou apenas o estilo de jogo de vocês que consegue jogar contra o deles?

R: “Acho que estamos indo para o caminho correto, pois o primeiro jogo contra a Rensga tínhamos muita vantagem mas não conseguimos esnobalar contra eles, foi bem difícil de fechar o jogo e todos os nossos outros jogos foram muito feios de ver. Na semana que jogamos contra a RED e contra o FLA, jogamos melhor e agora contra a Rensga fizemos um jogo bem controlado não dando chance de vitória então acho que estamos melhorando sim”

 

Jogo 5: LLL x PNG

Loud vence confronto com outro Show de Duds e complica a PAIN

Imagem – reprodução Riot Games

A Pain trouxe uma composição diferente do que foi mostrado no torneio até agora, vieram com picks novos como Kalista e Blitz que não justificaram a prioridade. Mesmo em momentos que a Pain conseguiu reverter a vantagem, jogadas individuais dos jogadores da Loud foram decisivas para fecharem o confronto.

Entrevista Tay: Como você vê a mudança feita na jungle? A troca de jogadores teve efeito positivo na equipe?

R: “Acho que o mais obvio é a questão da comunicação, falar tudo em português ajuda bastante. Hoje teve uma situação que Mewkyo levou o hook debaixo a T1 do bot e rapidamente o Ceos disse para ele pegar a lanterna e ultar qualquer um e ainda daria bom, e talvez se a comunicação estivesse em inglês a gente não teria pensado tão rápido assim, pois as vezes a gente pensa e precisa formular na sua cabeça como falar aquilo em inglês, então as vezes as palavras se perdem um pouco.
Não vínhamos em um momento tão bom com as 3 derrotas, enquanto o time do academy vinha muito bem vencendo no campeonato, então trazer um cara que estava animado para jogar, quem não quer jogar o CBLOL né, mudou um pouco o clima e melhorou a comunicação. Acho que daqui pra frente é só continuar melhorando, ainda tem um teto grande para se alcançar pois mesmo ganhando nesse final de semana penso que não demostramos o nosso máximo, podemos chegar ainda mais longe.”

O CBLOL retorna no próximo final de semana e você confere a cobertura completa aqui no portal UAILISTAR

Siga nossas redes sociais

Comentar via Facebook