Nesse último domingo (4) a Vorax garantiu a classificação para sua primeira final com o novo nome, mas também a primeira para os times que se fundiram para forma-la. Entenda o caminho da Vorax para chegar até aqui.

Talvez muitos não se recordem, mas a Vorax nasceu de uma fusão dos antigos times, PRG e Falkol. Começando pela PRG, eles disputaram 6 edições do CBLOL (2017-2, 2018-1/2, 2019-1, 2020-1/2) sendo que sua melhor campanha foi no split 2 de 2020 chegando as semi finais, onde perderam de 3-2 para a Pain.

Já a Falkol foi uma organização sem grandes conquistas, participou de 4 splits do antigo circuito desafiante (2019-1/2, 2020-1/2) onde sua maior colocação foi terceiro lugar na fase de grupos no primeiro split de 2019, eles também disputaram 3 semi finais nas 4 edições disputadas, mas nunca conseguiram passar dessa etapa.

As duas equipes possuíam seus fantasmas de playoff, sempre passando perto de chegar em finais mas nunca realmente conseguindo concretizar o sonho. Quando as equipes se uniram para conquistar a vaga nas franquias, muitos pensaram que o time seria apenas uma PRG 2.0, mas todos se enganaram. A Vorax era algo novo que viria para bagunçar o cenário nacional

Imagem – reprodução Vorax

A equipe começou o split desacreditada, com uma line parecida com a antiga PRG, tendo como foco o seu topo com FNB, eles perderam as duas primeiras partidas da competição. Não demorou para eles conseguirem boas colocações na tabela, mas acabavam batendo no muro quando precisavam enfrentar times mais robustos como RED, Kabum e Flamengo.

Eles se mantiveram em terceiro lugar quase o split inteiro, mudando apenas na última rodada quando venceram diretamente o até então segundo colocado RED. Representando um ponto de virada para a equipe.

A Vorax nunca foi FNB e amigos, nem mesmo a G2 brasileira, esses memes e provocações ficaram no passado, antes mesmo da equipe iniciar a competição. Foram evoluindo com o passar do tempo, mostrando que sabiam como suas peças funcionavam, e como fazer para elas entrarem em sincronia.


Imagem – reprodução Vorax

A Vorax vem forte para sua primeira final, a grande questão é que a maioria dos seus jogadores nunca chegaram tão longe antes. Se o nervosismo e ansiedade vão ser empecilhos apenas o tempo vai dizer, mas pensando em uma forma ampla, eles sem duvidas vem fortes para o título.

O CBLOL retorna no dia 18 com a Final e você confere a cobertura completa aqui no UAILISTAR.

Siga nossas redes sociais

Comentar via Facebook