Matéria redigida por Eyshila “Biscoitunhu” Isabelle

 De jogador de Dota à jogador de League Of Legends, Luccas ‘’Zantins’’ Martins Zanqueta é um dos destaques do cenário esportivo brasileiro de League Of Legends .

Mineiro de Uberaba – MG , Zantins é um jovem de 25 anos de pura dedicação e foco. Esse olhar de garoto tem muita história, já passou por 8 times renomados até chegar na Kabum! E-Sports, dentre esses times temos Red Canids e Keyd Stars.

O jogador bateu um papo descontraído com nossa entrevistadora e respondeu de questões polêmicas à dinâmicas. Se liga no que rendeu esse papo:

  • Zantins, dentre os diversos desafios de ser pro player qual mais te desanima?

“Já aprendi a lidar com a falta de casa e dos meus animais de estimação. Eu vivo pro LoL então o que me desanima é quando não tem um bom resultado, é frustrante.”

  • A Kabum visivelmente enfrentou problemas nos primeiros jogos do CBLoL , a sinergia dos jogadores estava afetada , você acha que essa volta da sinergia se deve aos jogadores sozinhos ou a volta do Coach Hiro foi o estopim?

“É um pouco dos dois, antes do Hiro já havíamos solucionado o problema mas é inegável que a volta dele nos deu um gás. O fato de termos ganhado ano passado com ele nos fez “relembrar” algumas coisas que nos afetou positivamente.”

  • Como conecta o seu trabalho com o seu lado pessoal? Ser um jogador profissional te atinge negativamente nos seus relacionamentos familiares?

“Minha família é acostumada com “tudo isso”, eu sempre me comunico com eles. Eles já entendem que em época de campeonato eu fico off , mas o mais importante é que em todas férias que tem , eu vou pra minha cidade.”

  • Quando aposentar pretende, fazer o que profissionalmente?

“Eu gosto muito da competitividade dos esportes eletrônicos,se eu parasse de jogar, eu atuaria como  staff ou coach.”

League of Legends no Brasil

  • O Brasil acaba tendo um desempenho inferior a times de outros países , por que você acha que isso ocorre?

“É uma questão cultural,você pergunta um garoto de 7 anos aqui no Brasil o que ele quer ser quando crescer e fala que quer ser jogador de futebol , agora se você faz a mesma pergunta a um garotinho na Coreia , ele vai responder que ser Pro Player . É a valorização dos esportes eletrônicos, muita gente joga mas desde de a Mibr em 2006 , não tivemos times que se destacaram de verdade fora do país. A Luminosity foi um exemplo de um time que precisou sair do Brasil vai ter uma evolução constante. Quando um time Br chega lá fora, o desempenho acaba sendo inferior porque os times estão limitados, dificilmente fazem boot camp em outros países e quando fazem é muito pouco tempo.”

O Banimento de 1 ano

  • Zantins, agora abordaremos um assunto um pouco delicado, você sofreu um banimento de 1 ano pela Riot Games por fazer “elo job” em 2014 e sabemos que isso é algo impactante na vida de um Pro Player, como foi passar por esse processo,  como foi esse 1 ano pra  você?

“Quando ocorreu eu estava na Cyber Gamer, e o cenário estava crescendo muito e eu estava extremamente empolgado. Pensei que não teria uma punição tão grande , afinal havia ocorrido com outros players e eram sempre 3 meses , pensei que a minha também fosse ter a mesma duração. Quando recebi a notícia passou pela minha cabeça que eu nunca mais jogaria. Fiquei esse um ano sem nem abrir o LoL. Tentamos juntar o time e jogar campeonatos não oficiais mas não deu muito certo. Aprendi muito com o ocorrido , portanto hoje é um assunto superado pra mim.” 

  • Na sua opinião qual o Top Laner mais difícil que você enfrentou?

“Sem dúvidas foi o Nuguri, da DAMWON Gaming . Jogamos como um macht up e depois invertemos , nas duas vezes ele me deu um coro.”

  • E o melhor Top Laner em modo geral?

“Acho que o o Sword, da Griffin, ele é muito inteligente e estratégico, ele pensa a frente dos acontecimentos in game.”

  • Você se considera em que lugar numa tabela de melhores top laners brasileiros?

“Vish (risos). Acho que atualmente um Top 3 .”

O Top Laner ainda fez sua contribuição “e dando dicas” para subir o Elo

“Para subir de elo , não tem receita mágica mas pequenas ações ajudam:

  1. Saiba qual Lane combina com seu estilo de jogo e qual você tem um melhor desempenho.
  2. Estude essa lane , saiba onde wardar e as suas rotas de “fuga“.
  3. Assista bastante campeonatos e se inspire em alguém. Pode parecer estranho mas tente copiar as jogadas do pro player. Com o tempo jogadas que você julgava incríveis se tornarão algo normal para você.

E não esqueça de treinar muito e além disso se divertir bastante, afinal o que seria LoL sem umas boas risadas?”

 

“Se eu fosse um campeão com certeza seria o Twisted Fate, para me teleportar para qualquer lugar , seria muito útil.”

 

Pedimos ao pro player que ele diferenciasse a figura pública da sua personalidade e ele disparou : “ O Zantins é dedicado e o Luccas é companheiro mas de certa forma , são a mesma pessoa.”

Agradecemos a Equipe Kabum!E-Sports pela colaboração e ao jogador pela atenção e carinho ao responder todas as perguntas.

Para mais notícias sobre LoL e outros eSports acesse nosso portal e nosso canal no Youtube.

Comentar via Facebook
Betway Brazil Esports Image Banner