Estratégia do Flamengo eSports muda, mas vitórias permanecem. Vitória concreta para cima da Redemption dá novas esperanças.

Com mindset renovado, Flamengo traz novo foco para a partida em confronto direto da parte de cima da tabela. A estratégia adotada para a partida contra a Redemption fugiu do tradicional feed para BrTT e focou na rotação do time como um todo. Shrimp, dessa vez, voltou seu foco ao toplaner Robo. A necessidade de controle do Arauto para fortalecer os primeiros cercos do time foi prioridade.

Com um pick de maior conforto nas mãos do atirador, não houve grande necessidade de atenção devido à pressão natural do matchup. Tahm Kench e Kai’sa não tinham a força de push necessária para suprimir BrTT e Luci na rota.

Com seu pick de Sion nada fora do comum, Robo recebeu atenção especial dessa vez. Shrimp e sua Sejuani marcaram presença no jogo, não se abalando com a constante presença do Trundle de Zuao. A selva foi uma role disputada neste jogo, porém o caçador rubro-negro se saiu melhor, sendo mais incisivo e pontual em suas ações. A estratégia, porém foi de crescimento continuo e coletivo, sem foco especial em apenas um jogador.

A composição foi muito melhor montada e, inclusive, mais interessante do que as apresentadas nas semanas anteriores. Fala sério, quem é que gosta de ver um adc como o TT jogando de Viktor?

Se liga como ficaram os times para essa partida:

Composições de Redemption e Kabum serviram a seus propósitos mas as lutas do FLA eram insuperáveis

Como é possível perceber, Yasuo não passou dessa vez. A atualização de patch fez com que o campeão ficasse muito (muito mesmo, sério) forte e fizesse a diferença nos jogos em que foi selecionado. A força de cerco e as respostas adversárias fizeram com que o Fla e a Redemption apresentassem um jogo muito mais interessante de ser assistido do que os anteriores.

Seria esse um novo começo?

Uma nova tática de jogo pode estar vindo por aí. Finalmente, após 6 semanas, o FLA trouxe um novo estilo de jogo. Com a habilidade de Shrimp redirecionada, novas oportunidades podem aparecer para o time. Goku ainda é uma arma que pode ser usada e (talvez) tornar-se o motor do time e a referência de dano.

Amanhã poderemos ver se houve realmente uma mudança de postura no Flamengo. Por enquanto, há satisfação em dizer que ainda há esperança de adaptação para o time. Cabe agora ao técnico Von e sua equipe a decisão sobre qual o rumo do time. A execução da estratégia depende do time, porém quem faz o direcionamento do time é a comissão técnica. Esperamos um bom jogo amanhã no desafio rubro-negro contra a INTZ.

Acompanhe a partida na íntegra:

Para mais notícias sobre LoL e outros eSports acesse nosso portal e nosso canal no Youtube.

Comentar via Facebook
Betway Brazil Esports Image Banner