A Final Brasileira, do VCT, conheceu seus últimos classificados. Confira um resumo de como foram os duelos.

Nesse domingo (09) tivemos os últimos duelos para conhecer os classificados para a Final Brasileira do VALORANT Champions Tour.

Enquanto no Grupo A o duelo foi entre Keyd Stars e INGAMING Esports, no grupo B o duelo foi entre Jaguares e SLICK.

LEIAM MAIS

Keyd x INGAMING

A Keyd vinha de uma derrota para a Havan Liberty (upper bracket), enquanto a INGAMING vinha de vitória sobre a NOORG 2.0 (lower bracket).

No primeiro mapa (Breeze), a Keyd trouxe uma composição com dois duelistas. Porém, a INGAMING trouxe uma composição com dois iniciadores. No primeiro tempo a composição da Keyd se fez valer e conseguiram emplacar 10-2.

Entretanto, a INGAMING não desistiu e no segundo tempo começou a pontuar mais. Contudo, a reação foi travada e a Keyd conseguiu os 3 pontos restantes para fechar o mapa (13-9).


No segundo mapa (Ascent), eles novamente trouxeram composições parecidas. Com a exceção de um agente para cada lado (Keyd preferiu a Killjoy, enquanto a INGAMING trouxe Breach).

Diferentemente do primeiro mapa, o segundo mapa foi totalmente marcado pela igualdade. Sendo assim, as duas metades terminaram 6-6 e tivemos uma prorrogação. Entretanto, no OT, a Keyd foi levemente superior ao adversário e venceu a série por 2-0.

Jaguares x SLICK

No primeiro duelo entre as duas equipes, a Jaguares saiu vencedora mas era MD1. Portanto, mesmo com leve vantagem para a Jaguares,  o jogo não estava nada decidido.

A SLICK veio pela Lower Bracket, enquanto a Jaguares foi rebaixada para a Lower pós derrota perante a FURIA.

O primeiro mapa foi a Haven. Se no jogo contra FURIA a Jaguares enfrentou diversas dificuldades, contra a SLK a história foi outra. Eles abriram 10-2 no primeiro tempo e controlaram o jogo na segunda metade. Com isso, mesmo com a SLK fazendo mais dois pontos, eles venceram o primeiro mapa por 13-4.

O segundo mapa (Bind) começou favorável para a SLICK. Entretanto, a Jaguares não deixava seu adversário se distanciar. Mas a SLK conseguiu sobrepujar seu adversário e saiu vitoriosa. Fechando o mapa em 13-9, a SLK levava o jogo para o último e decisivo mapa.

O terceiro e último mapa foi a Split. Com uma primeira metade bastante disputada, a Jaguares demonstrou resiliência e força para conseguir atacar bem. Com os “nervos à flor da pele”,  alguns rounds pareciam que seriam de uma equipe e acabavam indo para a outra. Isso ajudou a Jaguares, que conseguiu 7 pontos no lado atacante.

Com isso, eles fecharam o jogo em 13-10 e foram a última equipe a se classificar para a Final Brasileira do VCT.

A Final Brasileira do VCT você acompanha por este link, e ela começa dia 12 de agosto.

Para mais notícias, acessem nosso portal.

 

Comentar via Facebook