Flamengo aposta novamente em “buff” para BrTT e vence novamente. Jogo cheio de lutas é marcado por vitória dos favoritos.

Novamente o rubro-negro vence com a aposta de colocar todos os recursos em BrTT. A composição, outra vez, voltada para o caitback venceu com certa dificuldade o time da ProGaming, válido pelo 9º dia de CBLoL. A composição não foi feita para lutas extensas e a equipe não respondeu rápido o suficiente em algumas das batalhas; esse foi o motivo para a pressão da ProGaming.

O vai e vem de poder durante o jogo não é necessariamente sinônimo de incapacidade de finalizar o jogo. Ambas as equipes souberam aproveitar bem os spykes de poder, porém apenas uma poderia sair vitoriosa do confronto. A experiência e boa fase do FLA resultaram em um bom posicionamento no lategame, finalizando a partida após a seguinte luta:

Nela, a sequência de controles de grupo e a distração criada pela Akali de Goku ganharam tempo para o followup de dano de BrTT e Robô, que limparam a luta, protegendo Luci.

A escolha de Jarvan IV para a selva não foi do maior agrado para a composição. Tendo a opção de último pick para o jungler Shrimp, outro campeão que tivesse um sustento melhor nos campos neutros teria abalado mais o jogo de Lima e seu Lee Sin. Lima perdeu muito tempo tentando atrapalhar Jarvan e acabou por ter um revés em seu crescimento. A pressão aplicada pelo mesmo em cima da selva do Flamengo foi preocupante no começo do jogo.

A aposta rubro-negra estava claramente (e novamente) no feed de BrTT, que teve seu jogo acelerado por conta das barricadas e farm obtido. Finalmente a promessa de Fnb como um toplaner agressivo (obrigado Melão) foi cumprida. Acompanhe um pouco das jogadas pelos dois vídeos abaixo:

O FLA na ponta da tabela e os próximos jogos

Mantendo-se na primeira colocação, o Flamengo eSports foi só vencido uma vez. No entanto, a estratégia da equipe está ficando desgastada. Muitos dos times já compreendem como funcionam as rotações da equipe e isso pode ser um risco para a liderança.

pathing de Shrimp na selva já foi constatado como tardio para ganks, portanto os caçadores adversários já começam a se aproveitar da situação. A aposta do FLA na força de BrTT é sim um grande trunfo, levando em consideração a habilidade e experiência do “Pai”. A tentativa, entretanto, também já está “manjada” e pode ser facilmente alvo de proveito dos outros times.

Restam ainda 11 jogos até o fim da fase de grupos. Até as Melhroes de 5 (MD5), a equipe precisa de uma nova estratégia. Um trunfo na manga como o foco nas rotações e habilidades de Goku podem ser uma boa saída. A aposta no carrying de Robo já não parece mais ser tão viável, devido ao forte posicionamento protetor de tanque do toplaner.

Depois de tudo isso, o que você, torcedor rubro-negro, espera de seu time? Qual aposta e composição você faria para dar uma nova “vida” à equipe? Deixe nos comentários!

Para mais notícias sobre LoL e outros eSports acesse nosso portal e nosso canal no Youtube.

Comentar via Facebook
Betway Brazil Esports Image Banner