Neste domingo (28) foi definida a última vaga para a final do Mundial de LoL 2018. De um lado teremos o Ocidente (representado pela Fnatic) e do outro teremos o Oriente (representado pela Invictus Gaming).

Em um confronto válido pela semifinal do Mundial de LoL 2018, a Fnatic encarou a Cloud 9.

A campanha da Cloud 9 foi marcada por diversas superações.
Eles tiveram que jogar a Fase de Entrada, sendo que eles quase perderam dois jogos para os japoneses da DFM e um jogo para a representante brasileira (KaBuM! e-Sports), entretanto conseguiram se classificar para a Fase de Grupos.

Na Fase de Grupos, eles destronaram os atuais campões e se classificaram para os playoffs em segundo lugar.
Encarando o primeiro colocado do grupo A, eles tinham uma missão que teoricamente seria árdua mas na prática isso não foi confirmado e conseguiram passar para a próxima fase vencendo por 3-0.

Enquanto isso seu adversário da semifinal teve um caminho menos longo para chegar até ali.
Classificada diretamente para a Fase de Grupos, após conquistar o título da LCS EU, a Fnatic tinha um grupo em que era cotada para se classificar em primeiro.

Eles corresponderam as expectativas e classificaram em primeiro, perdendo apenas um jogo.

Nas quartas de final eles perderam mais um jogo.
Enquanto seu futuro adversário da semifinal ganhava por 3-0, a FNC fez uma série “burocrática” e não conseguiu fechar em 3-0 por demonstrar nervosismo na hora de acabar com a partida.

Para quem esperava uma série com o amplo favoritismo da Fnatic perante à Cloud 9, foi recompensado com a vitória por 3-0 da mesma.

O primeiro jogo foi um “passeio” em Summoner’s Rift.

O jungle Broxah, o toplaner Bwipo e o midlaner Caps conseguiram 5 e 6 kills respectivamente.
O adc Rekkles e o suporte Hylissang também foram fundamentais para a vitória, enquanto o adc terminou com um AMA de 4/1/10, o suporte terminou 0/1/12.

A C9 não conseguiu levar uma torre sequer e nada pode fazer para parar a investida europeia.

Controlando a partida do inicio ao fim a FNC venceu aos 25:11 minutos de partida e abria o placar da série.

No segundo jogo tivemos um duelo mais equilibrado que o primeiro, mas Caps e seu Azir mostraram que esse ano eles brigariam para conquistar o bicampeonato da organização.

A disputa pela vantagem de ouro global estava acirrada, entretanto quem liderava a partida era a equipe norte-americana.
Porém, aproximadamente aos 17 minutos de partida, os fanáticos viraram o jogo e assumiram o controle da partida.

Ao passar do tempo a vantagem da FNC só aumentava e a C9 tentava responder, mas todos os esforços foram em vão e aos 32:51 minutos de partida a Fnatic encaminhava a sua ida a grande final.

Restava mais uma vitória para a confirmação do favoritismo europeu.

O começo, do que poderia ser o último jogo da série, foi bastante acirrado.
Todavia a FNC conseguiu se distanciar nos placares de ouro global e abates, mas a C9 virou.

Mesmo atrás na partida, a Fnatic priorizava os objetivos e aos 23 minutos conquistaram o Barão e um Dragão Infernal.
Logo após, eles reassumiram a dianteira do confronto e aumentavam cada vez mais a sua vantagem.

Broxah brilhou jogando de Rek’Sai e terminou com um AMA de 10/3/8 e aos 34:57 minutos de partida, ele e seus companheiros chegavam à final.

Fnatic
Fnatic/ Foto: Reprodução/ Riot Games

Será que a IG terá uma revanche ou será que a Fnatic se tornará a primeira equipe ocidental com mais de um título?

A final será realizada no dia 03/11. A transmissão começa às 4:30 da manhã (BRT) e será possível ver pelos canais oficiais da Riot Games (Twitch e Youtube) e pelo SporTV 3.

Para mais notícias sobre LoL ou outros e-sports acesse nosso portal e nosso canal no youtube.

 

Comentar via Facebook
Betway Brazil Esports Image Banner