O Cruzeiro eSports tem 7 meses de existência. A parceria entre a E-Flix e o Cruzeiro Esporte Clube começou com o FIFA, mas não parou por aí. O Cruzeiro eSports adentrou no Free Fire e, após jogar a classificatória, conquistou vaga na elite brasileira.

O Free Fire é o jogo mobile, competitivo, mais popular no Brasil. O Cruzeiro Esporte Clube criou a divisão de eSports recentemente e só tinha time de FIFA.
Após anunciar sua entrada no Free Fire, eles disputaram a Liga de Acesso da LBFF.

Contudo, o Cruzeiro eSports havia se classificado para o que será considerado a série B da LBFF. Entretanto, após herdar duas colocações, o clube celeste está classificado para a elite do Free Fire.
A segunda etapa contará com 18 participantes, sendo os 10 primeiros da primeira etapa e os 8 mais bem colocados da Série C.
Portanto, o Cruzeiro se junta ao Corinthians (clube campeão mundial da categoria) e ao Santos (também se classificou para elite) como clubes de futebol na elite do Free Fire

Para o site oficial do clube, o Diretor Comercial e de Novos Negócios (Rene Salviano) comentou como os eSports podem ajudar na geração de receita para o time como um todo.

“As empresas geridas de forma profissional já passaram pelo inevitável processo de transformação digital, o que é ainda é tratado como ‘futuro’ no futebol brasileiro. Tal tendência mundial não poderia ser ignorada por nós. Depois de muitos estudos, percebemos que o eSports veio para ficar e que deve crescer ainda mais nos próximos anos. Em um momento de crise mundial, precisamos diversificar a geração de receitas de maneira consciente, sem trazer nenhum risco financeiro para a instituição”, explica.

“O segmento de eSports é uma das vertentes que estamos trabalhando no que se refere no desenvolvimento de propriedades comerciais e conexão com o torcedor. O cruzeirense pode esperar que este projeto crescerá muito e será orgulho para a Nação Azul. E podem ter a certeza de que o Cruzeiro seguirá com foco em inovações que resultem em novas propriedades comerciais”, conclui.

Para mais notícias sobre Free Fire, acessem nosso portal.

 

Comentar via Facebook