O Brasil foi palco das finais da Pro League Season 8 de Rainbow Six. Tendo dois representantes, o Brasil fez uma boa campanha e a torcida compareceu “em peso” no Jeunesse Arena que está localizado no Parque Olímpico (RJ). Os favoritos ao título eram os europeus da G2 Esports.

Neste final de semana (17 e 18) tivemos as finais do Rainbow Six Pro League. Times como G2 Esports, FaZe Clan e Immmortals estavam entre os classificados para as quartas de final.

Os time FaZe Clan e Immortals jogaram em casa porque as finais ocorreram no Brasil.

Enquanto a Immortals caiu nas quartas de final, a FaZe conseguiu chegar até a final.

A caminhada (dos oito times) até a chegada às finais foi árdua.

Os times europeus, norte-americanos e latino-americanos jogaram em um sistema de pontos corridos com turno e returno, sendo que a vitória dava 3 pontos e o empate 1 ponto.

A região Ásia Pacífico contou com um formato diferente pois contava com mais equipes e sub-regiões. Foi usado o sistema de pontos corridos, porém eram partidas melhores de 2, para a definição dos playoffs da região.


O time favorito da competição era a G2 Esports e sua trajetória até as quartas de final consistiu numa campanha de 11 vitórias, 2 empate e somente 1 derrota.
Junto dos favoritos, o outro classificado foi a Mock-it Esports.

As equipes que ficaram em terceiro e quarto lugares nas qualificatórias garantiram vaga para a Season 9.

Sábado (17) foram disputadas as quartas de finais.

Os brasileiros da Immortals não tiveram “sorte” e encararam logo de “cara” os favoritos do torneio.

No primeiro mapa eles conseguiram levar para a prorrogação, mas perderam por 7-5. Já o segundo mapa eles perderam por 6-4. Com esse resultado eles se despediam da competição.

A FaZe Clan enfrentou a Mock-it.

Os brasileiros saíram na frente na disputa ganhando o mapa Oregon por 7-5.
Entretanto, no segundo mapa eles não conseguiram mostrar seu melhor jogo e perderam por 6-2.
O terceiro e decisivo mapa poderia ser o último do Brasil em toda a competição, porém eles ganharam por 6-3 (quase devolvendo o placar).

A vida dos brasileiros foi mais “fácil” na semifinais.

Enfrentando o representante asiático PET Nora-Rengo, a FaZe conseguiu impor seu jogo.

O primeiro mapa foi o mais disputado da série, mas a Nora-Rengo não conseguiu parar os tupiniquins e perdeu por 6-4.
Enquanto isso, o segundo mapa foi vencido com tranquilidade. Emplacando um 6-1, os brasileiros estavam classificados para a Grande Final.

KD dos MVP das semifinais (FaZe Clan e G2 Esports)./ Foto Reprodução: Twitter

Entretanto do outro lado da chave estava a G2 Esports.

Os algozes da Immortals estavam irreconhecíveis e ganharam por 2-0 fazendo “barba, cabelo e bigode”.
Com um duplo 6-0, a G2 aniquilou a Fnatic na semifinal e se classificou com folga para a Grande Final.

Apesar de vencer por 2-0 a final, a G2 Esports não teve um começo fácil pois começaram perdendo o primeiro tempo do primeiro mapa por 3-2.
Porém, eles viraram o jogo e finalizaram o mapa em 6-4.

O domínio europeu no segundo mapa foi mais evidente.

Eles começaram ganhando a primeira metade por 3-2. Enquanto eles precisavam de apenas mais 3 pontos para garantir o título, os brasileiros teriam que buscar o improvável.

Mas o que se viu na segunda metade foi a confirmação do favoritismo.

Conquistando os 3 pontos restantes, a G2 Esports se sagrou campeã mundial de Rainbow Six.

Apesar da derrota, a campanha da FaZe Clan merece elogios.

Parabéns G2 Esports pela conquista do título.

Para mais notícias sobre Rainbow Six e outros eSports acesse nosso portal e nosso canal no Youtube.

 

 

Comentar via Facebook