Programas de incentivo e inclusão aos cenários minoritários ajudam a expandir ainda mais os eSports. Pensando nisso, a Riot Games criou a VCT Game Changers.

Mesmo com todos os problemas envolvendo a empresa, a Riot Games é bastante conhecida por fomentar e “construir” um cenário igualitário para os players.
Portanto, dentro dessa proposta, eles criaram um programa para fomentar o eSports feminino no VALORANT. Programa que foi nomeado de VALORANT Game Changers.

LEIAM MAIS

O Game Changers terá duas modalidades de competição, as VCT Game Changers Series e Academy. Enquanto os Series será um circuito de torneios em alto nível, ao redor do planeta, o Academy será um circuito de torneios mensais que visa proporcionar e aumentar a experiência de mulheres que estão começando no mundo competitivo de VALORANT.

Impacto no Brasil

No Brasil, a iniciativa contemplará o cenário feminino com 2 torneios VCT Game Changers Series ao longo de 2021, contando com 4 qualificatórias abertas que começarão em março (mais detalhes serão dados posteriormente).

Além disso, terão 10 campeonatos independentes mas que contam com o apoio da Riot Games.  Com isso, teremos 20 torneios femininos realizados ao longo do ano.


Com um valor total de 460 mil reais, as premiações se dividirão em 10 mil para os torneios independentes, 20 mil para  as qualificatórias e 100 mil para os principais torneios. Contudo, eles investirão em conteúdo e a produção.

A principal parceira da Riot aqui no Brasil será a Gamers Club. a GC já organizou o Série de Ignição e o First Strike, antes da criação do VCT. Portanto, eles estarão responsáveis pelas qualificatórias. Entretanto, a Riot organizará os campeonatos principais.

“Conversando com a comunidade, entendemos que o primeiro desafio que temos na nossa frente é gerar mais oportunidades para que as jogadoras possam vivenciar a experiência profissional de torneios organizados. Criando mais torneios, damos um passo importante para o fomento do cenário feminino” fala Carlos “Cacophonie” Antunes, head de Esports da Riot Games no Brasil. “Com mais 20 campeonatos de VALORANT, entre independentes e oficiais, e incentivando a premiação das jogadoras, em 2021 damos início a uma jornada contínua. No futuro, certamente teremos novas iniciativas com ainda mais impacto na diversidade do competitivo de VALORANT no Brasil”, complementou o executivo.

Baixe VALORANT e jogue gratuitamente.

Para mais notícias sobre VALORANT, acessem nosso portal.

Comentar via Facebook