Bravos e paiN se enfrentaram pela GC Masters V. Acompanhe o que aconteceu neste duelo que valia a permanência no torneio.

A segunda partida do dia, na GC Masters V, foi entre Bravos e paiN.

O time da paiN escolheu o mapa da Nuke. Enquanto isso, a Bravos escolheu a Dust 2.

Iniciando a primeira partida do lado Terrorista, a paiN não tomou conhecimento do adversário na primeira metade. Após perder o segundo round (ficando 6-2 no placar), eles ganharam 7 rounds seguidos e terminaram 13-2.

Jogando de forma contundente, eles não titubearam e venceram 3 rounds seguidos. Terminando o mapa e abrindo 1-0, a paiN dava um passo para avançar para o confronto.

O segundo mapa foi escolha da Bravos, sendo um mapa forte da equipe. Contudo, eles começaram ganhando e pareciam que devolveria a dominância que sofreram.

Entretanto, a paiN venceu 7 rounds seguidos e depois confirmaram a vitória no round. Enquanto a Bravos tentava retomar o placar, seu adversário foi controlando a vantagem. Após um 14-8, a paiN viu a Bravos fazer mais dois pontos e chegar a 10. A expectativa era de que a Bravos repetisse o feito de ontem, mas não foi a ocasião.


Vencendo dois round seguidos, a paiN agora encarará a Isurus em uma revanche que vale vaga nas semifinais.

Coletiva

Xamp (coach da Bravos) se disse surpreso pela escolha da paiN e que a intenção era eles escolherem a Nuke. E ele complementou dizendo que se tivessem começado do lado Terrorista poderiam ter desempenhado melhor.

Danoco (Bravos) comentou que seu desempenho individual foi bom, mas que não adianta performar bem individualmente contra um time que jogava bem o coletivo.

Enquanto isso, NEKIZ comentou que não importa muito o desempenho individual dele enquanto o time ganha. Ele prefere ter um desempenho aquém e seu time vencer do que ter um desempenho ótimo e perder.

A GC Masters V você acompanha por aqui.

Para mais notícias sobre CS:GO, acessem nosso portal.

Comentar via Facebook