Os rubro negros se adaptam a um novo estilo de jogo e abrem espaço para protagonismo de Goku!

Mesmo tendo sofrido enorme pressão de INTZ e RDP durante o early, os “camaleões” rubro-negros conseguiram mais duas vitórias. Com isso, mais uma vez provaram para todos sua força e adaptabilidade. O jogador da rota do meio, Goku, foi uma bela surpresa para todos, habilitado em um papel de carregador de responsabilidade!

O foco no início de jogo de BrTT parecia a melhor alternativa para os times adversários. Tal opção poderia ser a fórmula para neutralizar o Flamengo, que não tinha apresentado Robo como alternativa para carregador. Goku, que constantemente fazia apenas um papel secundário, brilhou nessas últimas duas partidas, protagonizando uma importantíssima função de sustentação no time.

Suas Syndra e Zoe foram incomparáveis. No primeiro jogo, mais apertado, a Syndra do midlaner tinha um burst invejável e contou com ótimas entradas e zoneamentos. Quase como um Veigar, a ultimate deletava um alvo único com facilidade, equilibrando a luta ou gerando vantagem numérica.

Já na segunda partida, as “bolhas do soninho” de sua Zoe ganharam tempo suficiente nos cercos da INTZ. Mesmo com a força late game da Vayne de BrTT, a estrela da partida realmente foi Goku. A mira estava em dia e o burst fácil e voraz da campeã possibilitaram o time a crescer e itemizar até o ponto que lutariam sem problemas.

Dá uma espiadinha nos bursts que rolaram em ambas as partidas.

O Zuao S-U-M-I-U. Preste atenção no uso que Goku faz de Dispersar os Fracos para garantir terreno para o time.

Bolha do soninho na cara, adeus. Whitelotus faz entrada em profundidade mas recebe uma bolha do soninho na cara de presente de boas vindas.

Um por todos, todos por um

O time, em ambas as partidas, soube trabalhar muito bem o mapa. Abriram mão de muitos objetivos em troca de outros. As torres, os abates e até mesmo os campos da selva; nada passou em branco, sempre tornando um revés em uma troca justa para o crescimento do time.

O FLA ainda trabalha no esquema de crescimento de seu atirador. Porém, os inúmeros métodos que encontram para isso os fazem alcançar o objetivo com segurança. Já foram diversas as vezes em que um ou outro jogador teve que assumir as rédeas do time por conta de deslizes ou mérito dos adversários. No entanto, em 2019 a equipe se apresenta muito mais madura e confiante do que nos dois splits passados. A capacidade adaptativa de todos aumentou muito e o mindset se apresenta de maneira muito mais concreta.

Torcedor flamenguista. Será que esse ano o título do CBLoL vem? Até agora é o que tudo parece! Deixe seu comentário!

Para mais notícias sobre LoL e outros eSports acesse nosso portal e nosso canal no Youtube.

Comentar via Facebook
Betway Brazil Esports Image Banner