Em mais uma precária atuação da Vivo Keyd, a equipe possuía o jogo nas mãos mas entrega tudo no Barão

Por duas vezes durante a partida a Keyd entrega vantagens nas mãos da CNB, o que possibilita uma virada colossal. A falta de comunicação, muito aparente no começo do split, voltou a ser um empecilho para a equipe. De forma descontrolada do meio para o fim da partida, os guerreiros não mostraram entrosamento e, muito menos, comunicação efetiva para a tomada de decisões.

As inconstâncias do time da Keyd assustam, considerando a experiência e o tempo que 4 dos 5 jogadores estão juntos. Ao observar que a vantagem de Tockers e Yang, que era imensa em relação a seus laners adversários, poderíamos esperar que o time terminasse o jogo de forma simples. No entanto, as decisões tomadas pela botlane de Mica0 e Josckter deixaram o time sem muita ação ao, normalmente, desperdiçarem dois dos ultimates mais importantes da composição.

Individualmente, sempre dois ou (no máximo) três jogadores da Keyd têm feito boas apresentações. As calls para objetivos e rotações têm sido, perceptivelmente, atrasadas ou sem confiança. Apenas quem vive o dia a dia sabe o que se passa com o time. O que se espera, no entanto, é um time mais competitivo para o resto da temporada. Os cinco jogadores titulares no elenco são muito habilidosos e confiáveis, mas vem apresentando inconstâncias (infelizmente) frequentes. Nesses 9 dias de CBLoL, ainda não é possível definir qual o ponto forte do time. O foco tem se alternado e a escolha de jogador e técnico que não falam português, têm se mostrado caras.

Veja o jogo de CNB vs “PBO e amigos”:

Repensando

Como deve ser, portanto, a atitude da Keyd? O que pode, então, ser feito? É muito difícil para o torcedor ou analista que está fora do contexto propor uma ideia de mudança nessa situação. A sinergia e a confiança nas chamadas do shotcaller (líder da equipe) não são pontos fáceis de recuperação. A derrota hoje para o fraco time da CNB mostrou que nem só de skill vive o pro-player. Às vezes um desentendimento na gaming house ou a sobrecarga de treinos e convivência podem gerar más atuações no stage. Cabe à equipe técnica da Vivo Keyd uma reformulação baseada na análise individual dos jogadores, buscando sempre harmonizar os interesses e ambições de cada um.

Guerreiros torcedores da Keyd, o que vocês acham que falta no time? É saudade do Revolta? Jockster precisa voltar para a jungle? Deixe nos comentários!

Para mais notícias sobre games e eSports acesse o nosso portal e o nosso canal no Youtube.

Comentar via Facebook
Betway Brazil Esports Image Banner