o Pacaembu também será a casa dos eSports. Inicialmente, a expectativa é de que a capacidade seja de 2 mil espectadores e 100 jogadores simultâneos.

O Estádio Municipal Paulo Machado é comumente conhecido como Pacaembu, por causa do bairro de mesmo nome. Localizado em São Paulo, o estádio já foi palco de diversos jogos de futebol. Apesar de ser mais famoso pelo futebol, o complexo opera como clube de lazer para a população em geral.

Contudo, o Pacaembu agora também terá espaço destinado aos eSports. Na manhã de hoje, terça-feira 22/09, a BBL e a concessionária Allegra se uniram para a construção de um espaço voltado aos eSports.
A especialidade do local será o Battle Royale (modalidade que faz bastante sucesso no Brasil), entretanto eles prometem receber quaisquer modalidade.

Vista aérea do Pacaembu./ Foto Divulgação
Vista aérea do Pacaembu./ Foto Divulgação

Sendo sediada provisoriamente no campo de futebol (em 2021), a expectativa é de que a Arena de eSports do Pacaembu fique pronta em 2023. Todo o investimento será superior ao valor de 95 milhões de reais.

O CEO da Allegra, Eduardo Barella, detalha como será a obra que contempla não só o eSports mas mudará um dos locais mais simbólicos do Pacaembu: “É um projeto muito emblemático para a cidade. Estamos há dois anos trabalhando com tanto afinco. O Pacaembu é emblemático para a cidade de São Paulo, não há quem não tenha uma história com ele, amado pelos paulistanos e por todas as torcidas. Queremos trazer o Pacaembu de volta para sua origem. Ele foi concebido na década de 40 como complexo de cultura, esporte e lazer. Queremos voltar ele para os holofotes da cidade”.

Nando Cohen, CEO da BBL, também comentou sobre: “Será a Meca dos eSports no Brasil. O espaço, com a relevância do Pacaembu, vai ser um casamento muito legal. É um passo muito importante para o projeto e fico feliz de estar participando disso.

Estamos honrados em avançar mais uma etapa colaborando com o impulsionamento do Brasil como referência mundial de esportes eletrônicos. Esta Arena representa uma nova fase não somente na vida dos gamers, mas em todo o ecossistema e cumpre a missão da BBL de fomentar e democratizar a cultura de games e eSports, conectando marcas, desenvolvedoras e consumidores”.

Para aproximar a população do gamers, a ação ainda contou com a participação de 5 embaixadores. Willan “gORDOx” (narrador e apresentador), Felipe “brTT” Gonçalves (profissional de League of Legends), Julia Mayumi (influencer de League of Legends), Bruno “Nobru”(profissional de Free Fire) e Nicolle “Cherryguns” (CEO da Black Dragons) são esses embaixadores e participaram de um vídeo carta aberta sobre a construção da arena.

Cherryguns comenta no vídeo publicitário sobre a importância deste espaço. “Já somos gigantescos, mas não estamos com os holofotes ligados. Ter uma área única e exclusiva para os eSports, em um nome com o Pacaembu por trás, é chancelar nosso nome no esporte eletrônico e também no tradicional”. Confira o vídeo logo abaixo.

 


Para mais notícias sobre eSports, acessem nosso portal.

 

 

Comentar via Facebook