O Pro Legends é o torneio brasileiro de TFT, ele garante duas vagas ao Mundial da categoria.

A final do Pro Legends aconteceu nessa sexta-feria. Contudo, além das vagas no Mundial, 8 jogadores disputaram o título de campeão brasileiro.

O torneio foi em MD7 e contou com a participação de Shinri (não confundir com o Shini-jogador de LoL), Narkesh, Guné, Dobz, Ego, Patroci, Ciula e Inc mplete. Tínhamos representantes de várias equipes, mas a BES dominou o cenário. Com 5 representantes, a BES chegava como uma das favoritas do título.

LEIAM MAIS

Round 1- Pro Legends; Início de um sonho

O primeiro round começou nada favorável para Shinri que amargou a oitava colocação e com isso garantiu só um ponto. Em contrapartida, Dobz terminou em primeiro (conseguindo uma revirada) e faturou os 10 pontos. Destaque também para Guné que conseguiu uma arrancada e terminou em segundo (8 pontos).

Round 2

O segundo round foi melhor para o Shinri e ele terminou em segundo. Entretanto, foi melhor ainda para Narkesh, que terminou em primeiro. Ele manteve a constância e se garantiu no top 3 novamente mas dessa vez saiu vitorioso. Dobz dessa vez ficou em terceiro e o top 4 fechou com Patroci.

Round 3

Guné mostrando que ainda estava vivo no torneio, venceu o terceiro round e bagunçava a tabela. Mantendo a regularidade, Narkesh foi o segundo colocado. Ego e Shinri fecharam o top 4.


Round 4

O quarto round foi totalmente a favor do Shinri e ele saiu com a vitória. Entretanto, Narkesh foi somente o quarto. Ciulla, mostrando que os três primeiros rounds não o representaram de fato, ficou em segundo mas talvez tenha acordado tarde. Guné, mostrando que também estava vivíssimo, ficou em terceiro.

Round 5

O quinto round, talvez tenha sido o decisivo para as garantia das vagas pois Guné e Narkesh foram maus no jogo. Ficando em sétimo e oitavo (respectivamente), eles viram Patroci, Inc mplete e Ciula dominarem. Entretanto, Shinri se manteve entre os 4 primeiros.

Round 6

O sexto round poderia decidir uma das vagas e quase foi o que aconteceu. Shinri “colocou a mão na taça e na vaga” ao vencer e garantir mais 10 pontos. Seu adversário direto, Narkesh, ficou em quinto mas os outros resultados lhe ajudavam. Guné e Dobz voltaram a briga por uma das vagas que o Pro Legends dá. Ego Ilussions fechou o top 4 mas já era tarde para uma vaga.

Round 7- Pro Legends; Final de um sonho

O último round foi recheado de emoções e Shinri poderia até ficar de fora do Mundial, caso houvesse uma combinação de resultados. Entretanto, ele ficou em sexto e já não estava mais fora. Contudo, ainda poderia perder o título. Guné e Narkesh disputavam a outra vaga e quem ficasse na frente levava.

Narkesh conseguiu fechar um Aurelion Sol 3 estrelas e isso o garantiu mais a frente no lobby. Guné ficou em quinto e deu adeus a vaga. Com tudo resolvido, em termos de classificação, faltava saber quem era o campeão.

Narkesh deveria ser o vencedor do round pois perderia em critérios de desempate. Jogando pela honra, Ciulla “derramou água no chope” do Narkesh e ficou em primeiro. Terminando empatado, Shinri se sagrou campeão brasileiro de TFT com 44 pontos.

A classificação final ficou:

1º: José Vitor “APE Shinri” Goes – R$25 mil
2º: Pedro “BES Narkesh” Chernicharo – R$15 mil
3º: Cesar “BEE Gúne” Santos – R$10 mil
4º: Arthur “BES DobZ” Dobbin – R$6 mil
5º: Heitor “BES ego illusions” – R$5 mil
6º: Felipe “BES Patr0ci” Patrocinio – R$4 mil
7º: Rodrigo “Ciulla” Ciulla – R$ 3 mil
8º: Pedro “BES inc mplete” Leal – R$2 mil

Parabéns ao Shinri e ao Narkesh que agora representarão o Brasil no Mundial.

O Pro Legends acabou mas você pode jogar TFT por aqui ou o mobile (aqui e aqui).

Para mais notícias sobre TFT, acessem nosso portal.

Comentar via Facebook