Foco em Titan não foi o suficiente para vitória da Redemption para cima da Kabum! eSports. Protagonismo de Zantins novamente chama a atenção.

Em jogo complicado e perigoso contra Redemption, a Kabum! soube identificar os possíveis pontos de pressão do time adversário e responder às ameaças no mapa. A grande pressão aplicada à Titan durante toda a partida não foi suficiente para neutralizar nem mesmo o próprio ADCarry, que conseguiu se recuperar no late game. Protagonismo de Sylas novamente é ponto chave para a vitória da KBM.

O trabalho de lutas em grupo dos ninjas seguiu o meta da semana, com grandes sequência de controles de grupo e dano em área. O famoso Wombo Combo. A utilização das ultimates de Sylas são sempre muito bem-vindas já que dão maior amplitude de possibilidades na hora das lutas. Novamente jogando com Olaf, Ranger não brilhou como de costume, mas cumpriu bem sua proposta no time. Controlar objetivos e atrair controles de grupo eram seu objetivos e foram cumpridos.

Compreenda a importância das respostas rápidas da Kabum!. Sabendo que não conseguiriam contestar o dragão, rapidamente responderam com abertura de terreno no top, levando a primeira torre e acumulando mais ouro:

Os picks e bans da equipe da Kabum! foram de grande importância para o prosseguimento da partida. Impedir Nyu e Zuao de jogarem com campeões que já mostraram grande domínio foi uma jogada inteligente da comissão técnica. Mesmo com toda a pressão aplicada desde o início do jogo, Titan ainda “fez das dele” e jogou agressivamente com seu Ezreal, não demonstrando intimidação com o camp em sua rota. Talvez o time possa ter pecado neste quesito, já que, por diversas vezes, deixou o atirador sozinho sem ter um suporte de resposta tão rápida quanto um Tahm Kench ou Shen por exemplo.

Acompanhe um dos diversos focos pesados no atirador:

O enorme cc aplicado por Sejuani e Braum fazem Titan simplesmente sumir e não ter nenhuma resposta de Ryiev com seu Alistar.

Vamos falar do Sylas?

Aproveitando o espaço deixado pelo time e a propensão para split push, Zantins assume o protagonismo mais uma vez na partida. O campeão Sylas, com o poder do Fulgor em suas mãos, consegue facilmente empurrar as rotas por conta de sua passiva de buff em ataques básicos. Sendo um campeão muito versátil, ele tem capacidade para “tankar” muito tempo em uma team fight, além de conseguir mais controle de grupo, dano ou sustento ao roubar os ultimates adversários.

Com muita pressão sendo aplicada no mapa, Zantins pôde aproveitar o potencial do campeão e assumir controle da toplane quando o Jarvan IV de Nyu não estava presente. A limpeza de wave também é facil, considerando o dano em área que pode ser encaixado após cada habilidade usada. Manopla dos Glacinatas, Zhonyas e Morellonomicon permitiram, novamente, que o jogador controlasse muito bem o ambiente à sua volta.

Observe o sustain de Sylas em sua troca com Jarvan (que possui grande penetração de armadura com a passiva + Cutelo Negro).

Agora um exemplo da força de split push e a resposta para o questionamento do protagonismo do campeão:

Enquanto 4 jogadores da KBM seguravam o time da Redemption, Zantins tranquilamente leva 2 torres na rota do topo. Sozinho. Outro bom exemplo das respostas e boa comunicação do time.

Torcedor da Kabum! Gostou do que viu hoje? Torcedores dos outros times, será que a Kabum! pode ser uma ameaça? O que você tem achado da atuação dos ninjas? Deixe nos comentários.

Comentar via Facebook
Betway Brazil Esports Image Banner