Shern “Shernfire” Tai, jungler da Dire Wolves recebeu uma punição no Mundial de 2018 após comportamento tóxico na soloQ

A empresa desenvolvedora de League Of Legends, Riot Games soltou um comunicado onde relatava diversas ofensas do jogador da Dire Wolves contra a cultura e a família de outros players no servidor da Coreia.

Shernfire recebeu 18 reports e 5 restrições no game por ficar AFK algumas vezes. Devido a punição o pro player tomou um ban no mundial de 2 jogos além de uma multa de 2 mil dólares. A Dire Wolfs nas primeiras partida terá que jogar com o jogador reserva graças aos comportamentos inaceitáveis de Shern.

De acordo com a Riot Games esse comportamento tóxico do jogador não é uma novidade, a empresa relatou que todas as ofensas e atitudes tóxicas são recorrentes nas filas rankeadas de League Of Legends.

A Dire Wolfs vai jogar desfalcada nas partidas contra a EDG e Infinity nos jogos da fase de entrada do mundial.

Algo parecido já havia acontecido em 2014 quando o também jungle Dennis “Svenskeren” Johnsen  também foi punido por realizar bullying contra jogadores asiático zombando do idioma dos jogadores no servidor de Taiwan.

Para mais notícias sobre LoL ou outros e-sports acesse nosso portal e nosso canal no youtube.

Comentar via Facebook
Betway Brazil Esports Image Banner