Ontem tivemos o ultimo capítulos da odisseia dos últimos representantes brasileiro, a NIP, que depois de batalhas difíceis na Losers Bracket, chegou na noite de ontem na final do gigantesco Six Invitational.

A caminhada ao topo não parecia difícil, a NIP foi a primeira colocado do grupo C, tendo um excelente resultado ganhando do time Turco, Giants  e se classificando para os Playoffs apos vencer a MIBR. Mas o primeiro baque aconteceu no Invitational. A NIP, mesmo com um jogo extremamente pegado contra a TSM, acabou sendo enviado para a losers bracket junto do outro representante brasileiro a MIBR.

Mas na repescagem os ninja não deixaram a peteca cair iniciando uma belíssimo come back, no primeiro dia da Losers Backet do Invitational a NIP surpreendeu derrotando a G2 a ultima campeá do SI em 2019, conquistando dois, mapa sem perder nenhum.

É apos isso os ninjas não pararam atropelando a Dark Zero, BDS Esports e a TSM, nos mostrando jogos de apertar o coração dos torcedores brasileiros, finalmente na final a NIP teve um inicio extremamente bem o primeiro mapa não pode ser nada menos que Villa onde a NIP mostrou uma gigantesca noção de mapa, mesmo que no incio os pontos indo seguindo empatado apos o 4ª os ninjas abriram uma gigantesca vantagem fechando o mapa com um belíssimo 7×3.


E o show não cessou pois no mapa Fronteira com a NIP dominando os estados unidenses por 5 rounds em sequência perdendo apenas duas rodas emplacando um lindo 7X2 e deixando os brazucas a um, mapa de conquistar o campeonato.

Mas no mapa Club mesmo com um ótimo início dos brasileiros a SSG despertou e começou a dominar o jogo e acabou empatando com os ninjas e como vieram da Winer Bracket contavam com uma vitória, com isso empataram a final.

No mapa Banco que era o último mapa do campeonato os ninjas não conseguiram se achar e acabaram não acompanhando o ritimo dos Americanos e acabou perdendo a final e ficando em segundo lugar.

Mesmo com a derrota, foi uma trajetória inspiradora, além do Pino ter mostrando o melhor desempenho do SI sendo o melhor Fragger de 2020.

Mas esse não e o fim. Em Março, haverá outro campeonato, a Pro League. A luta pela vaga da grande final vai rolar no Brasil (São Paulo) em 16 de Maio, onde os brasileiros terão a chance de se vingar por quando a Faze perdeu para a G2 na grande final.

Para mais notícias sobre R6 e outros e-sports, visite nosso portal

Comentar via Facebook