Rivalidades! Você é contra ou a favor?

As rivalidades, gozações e/ou brincadeiras com o adversário fazem parte do mundo esportivo em geral.

Nos eSports, às vezes elas são fomentadas pelos jogadores e às vezes pelos próprios donos de organizações. São formas de vender o espetáculo e deixar o público na expectativa acerca dos confrontos específicos e do campeonato em geral.

São dois casos recentes no Brasil. O jogador Ranger, do Flamengo eSports, no dia anterior ao jogo contra a FURIA Esports postou em seu twiter que não farparia o adversário pois só farpa time bom.
No Rift, o resultado não foi nada favorável para os urubus e a FURIA venceu o Flamengo com maestria.

Respondendo aos fãs, o jogador declarou que não era um mal perdedor e que não teria vergonha em perder pois aprenderia com os erros. Respondendo ao tweet, o Social Manager da FURIA, devolveu a brincadeira dizendo que a FURIA poderia “jogar na LEC (Europa) ou ser mai ousada e ir jogar a LCK (Coreia).


O outro caso também envolve o time da FURIA, mas dessa vez com um dos managers André Akkari e o sócio da INTZ – Lucas Simon.
Ambos vivem apostando uma quantia em dinheiro e alguma quantidade de cestas básicas, quando as equipes se enfrentam. Da última, quem se deu a melhor foi a INTZ.

Qual a sua opinião sobre as rivalidades sadias? Acham que engrandecem o espetáculo?

Para mais matérias relacionadas aos eSports, acessem nosso portal.

Comentar via Facebook