A Vorax foi palco de um “reboliço” causado por seus CEOS nesse dia 31 de março. Hoje marca 57 anos do golpe militar.

O dia 31 de março pode ser apenas mais um dia comum. Entretanto, na história brasileira ele tem um significado maior. Contudo, a Vorax foi palco de discussão envolvendo este marco.

LEIAM MAIS

Este dia marca o início do golpe de 1964, que deu início a ditadura militar. Com isso, a CEO da Vorax, Marina Leite, fez um post (em seu Twitter) reiterando que esta é uma data para aprendizados e não celebração, em reposta ao texto do atual Ministro da Defesa- Braga Neto.

Contudo, o outro CEO da equipe, Toti, a respondeu externalizando que poderia ter “algo de positivo” na ditadura e que queria o exército no poder novamente. Logo após, Marina rebateu Toti. Ela diz que “não achava ter mais vergonha” dele no Twitter. “Me enganei”, complementou.

O pensamento do Toti teve uma péssima repercussão geral, sendo repreendido também pelos treinadores da equipe de LoL. Galfi externou falando que o Toti estaria biruta, enquanto Kalec o rebateu dizendo que o pensamento “é livre e que devemos pensar para chegar na conclusão de que é um pensamento horrível”.

Tweets de Galfi e Kalec,, treinadores da Vorax, em respota ao Toti/ Foto Reprodução: Twitter
Tweets de Galfi e Kalec,, treinadores da Vorax, em respota ao Toti/ Foto Reprodução: Twitter

Após críticas, a Vorax anunciou o desligamento de Toti e disse que seus pensamentos não representam o posicionamento da equipe. Eles ainda reiteram ser a favor da inclusão, representatividade e democracia.

“Informamos que o corpo diretivo da Vorax, após reunião extraordinária devido ao comentário publicado pelo Sr. Aristóteles de Azevedo, optou por afastá-lo do cargo de Diretor, não possuindo mais qualquer poder de decisão sobre a gestão da equipe. Suas opiniões não refletem o posicionamento da organização, que conta com uma equipe diversa e que acredita nos valores de inclusão, representatividade e democracia. #DitaduraNuncaMais”, comenta em post.

Acesse nossas redes sociais!

Para mais notícias sobre eSports, acessem nosso portal

Comentar via Facebook